Image Slider

MY FAVOURITE UNIFORM

March 31, 2016

Sabem aquela música das Pussycat Dolls que diz "cuidado com aquilo que desejas porque podes mesmo vir a ter"!? Então, desejei tanto um fim de semana de sol que ele veio e eu aproveitei para  conhecer o lindíssimo Palácio do Raio. Foi muito bom e valeu muito a pena mas não a ponto de merecer uma valente constipação nos dias seguintes; ainda assim soube bem deixar os casacos pesados de inverno por um bocado e vaguear a cidade apenas de camisa e blazer. São peças básicas e um tanto antigas no meu armário mas continua a ser o meu uniforme favorito. E foi assim uma espécie de primavera antecipada. Agora, eu sei que estas Stan Smith estão em todo o lado na blogosfera mas posso só exprimir o quão confortáveis elas são? E não minhas amigas, nem todas as sapatilhas são confortáveis, mas estas são perfeitas.

Remember that song from the Pussycat Dolls that says "careful what you wish for 'cause you just might get it"!? Well, I wished a sunny weekend for so long and I finally got it, so enjoyed it and went to visit the astonishing Raio Palace (hate these translations). It was definitely worth it but not worth a major cold the next days; still it was great ditching the heavy winter coats for a moment and strolling the city wearing just a shirt and a blazer. These are old basic pieces in my closet but it still is my favourite kind of uniform. And it felt like an early spring day. Now, I know these Stan Smith are everywhere around blogosphere but can I just state how comfortable these are? And no my ladies, not all sneakers are comfortable but these are just perfect.

Jeans ZARA | Shirt H&M | Blazer (similar here); Bag MANGO | Shoes ADIDAS

THE FUTURE OF FASHION: HOW TO RUN A BUSINESS

March 15, 2016

Um post rápido para partilhar com vocês dois vídeos que achei particularmente interessante e divertido.  Muitas de nós sonhamos em criar o nosso próprio negócio na área da moda - seja como designer, blogger, merchandiser, etc. - e calculei que não nos faria mal uns bons conselhos por parte de alguns dos maior nomes da indústria.
Aliás, aconselho-vos a espreitar o canal do Youtube da British Vogue que tem uma série de vídeos elucidativos, conduzidos pela maravilhosa Alexa Chung - que torna tudo muito mais divertido - e reveladores do Futuro da Moda (= Future of Fashion é o nome da série de videos).

Espero que gostem!

Just a quick post to share with you two videos I found very interesting and fun. So many of us dream about running our own fashion business - whether it's designing, blogging, merchandising, etc. - so I think we could all use a heads up and some great advice from some of the biggest names in the fashion industry.
Actually, just check out British Vogue Youtube channel, there's a bunch of enlightening videos starring gorgeous Alexa Chung - who makes it all no less than fun -, unveiling the Future of Fashion. 

Hope you enjoy!




2 REASONS WHY YOU SHOULD WORKOUT: ZARA SPORT

March 10, 2016

Se a Zara já era perita em arrancar suspiros e dar-nos, de alguma forma, aquilo que nós desejamos mas não tenho capital para investir, desta vez apostou o resto das fichas e ofereceu-nos uma taquicardia de presente.
Não chegava ser a maior cadeia de fast-fashion que nos faz babar por peças que parecem saídas das passarelas - e já nem vou falar da Zara Home que é um mimo de loja -, de repente surge-nos com o quê? Uma colecção de desporto! E o timing não poderia ser mais perfeito, já que agora ser fit virou moda. Se havia alguma réstia de desculpa para não mexer o rabo, a Zara acabou de aniquilar todas as vossas lamúrias.

Zara became an expert in drawing sighs from us girls and, somehow, giving us what we want but don't have the financial availability to get it. This time, they've decided to offer us a tachycardia as a gift.
As if being the biggest fast-fashion brand that makes us drool over each piece of clothing that seem to come straight out of the runway wasn't enough - and I'm not even gonna talk about Zara Home, which has the cutest items ever -, all of a sudden provides us with a sports collection. A sports collection guys! And the timing couldn't be more perfect, since being fit became trendy. If there was any excuse not to move your butt out the couch, Zara just killed all your whining.

Zara Sports

Zara Sports 2
Qual será o próximo passo da Zara depois disto...Lingerie!? Maquilhagem!? Quando achamos que a Zara não pode surpreender-nos mais...Pow!! E no que respeita à Zara, o céu é o limite.

  • Gostaram da colecção!? Contem-me tudo.

What do you think will be next for Zara after this... Lingerie!? Makeup!? When we think Zara can no longer surprise us...Pow!! And when it comes to Zara, the sky is the limit.

  • Did you like the collection!? Tell me everything.

FOOD | TAPIOCA

March 8, 2016

Comer tapioca está na moda. E está na moda porque ser saudável também está na moda e foi-se abrindo todo um novo mundo para além do básico "não como mais doces, não bebo mais álcool e vou subir o Everest três vezes por semana". Surgiram novidades nos alimentos e na forma como olhamos para eles, criaram-se novos hábitos e agora tudo à nossa volta é verde e "fit".
Eu acho muito bem que as pessoas se consciencializem para os hábitos saudáveis mas que isso se torne permanente, uma preferência, um estilo de vida e não uma moda e um S.O.S para caber no biquini.
Antes de tudo isto ser moda eu já não bebia leite, não por ser intolerante à lactose mas porque percebi que me sentia melhor sem ele. E antes de tudo isto ser moda eu também já comia tapioca porque descobri ser uma alternativa saudável ao imenso pão que eu inevitavelmente comia (adoro pão!). Porquê uma alternativa? Porque não contém glúten que, para quem não sabe, é uma proteína presente nos grãos e que pode, em alguns casos, ser o responsável pela sensação de inchaço e mau estar. Para além disso, a tapioca é feita apenas de fécula de mandioca e água, ao passo que o pão tem gorduras e açúcares.
Mas aquilo que nós descobrimos agora, os brasileiros já comem há muito tempo (porque é original de lá) e existe nas mais variadas versões, umas mais saudáveis que outras. Geralmente a tapioca já vem pronta em sacos o que é muito mais prático mas aqui é mais difícil de encontrar e portanto é preciso fazê-la. Não se assustem, é muito fácil. E é isso que eu vos vou ensinar neste post.


  1. Numa taça misturar o polvilho e a água com a mão
  2. A mistura deverá ter uma textura areada (ver fotos). Caso necessário, acrescentar mais água.
  3. Peneirar a mistura para os grãos ficarem mais finos
  4. Depois de peneirado, colocar numa frigideira antiaderente ainda fria. Eu volto a peneirar para ser mais fácil de distribuir. A camada a colocar deverá ser fina mas homogénea
  5. Ligar o lume e cozinhar em lume médio
  6. Após uns segundos, colocar as fatias de queijo, o fiambre e os ovos mexidos apenas em metade da tapioca
  7. Após 30 segundos, com a ajuda de uma faca, levantar um pouco da extremidade da tapioca. Se a farinha não partir e tiver liga, usar uma espátula para dobrar e fechar a tapioca
  8. Podem ainda virar ou deixar mais uns segundos para acabar de derreter o queijo.
     ET VOILÁ!

     DICA: A mistura que sobrar guardem no frigorífico numa caixa hermética. Dura vários dias.

Esta é uma das que eu mais gosto mas as combinações são infinitas. Experimentem com manteiga de amendoim e banana, com ovos mexidos, frango e tomate, nutella, leite condensado, enfim....

Se fizerem, contem-me a experiência!


TREND ALERT: SHORT & MESSY

March 3, 2016

Sempre me babei com aqueles cabelos com ar despenteado e despreocupado, com ar de quem "acordei assim e saí assim" mas que dá ar super cool, sabem? Nunca gostei de ser escrava de nada, nem cabelos, nem unhas, nada. Zero. Quanto mais simples e prático, melhor.
Mas até o ar mais despenteado de todos dá trabalho. Que o diga Zanita Whittington que encara aquela juba com vida própria como um trabalho em part-time (ou não). Já a Carmen Hamilton dá-me um esgotamento nervoso de tão gira que é e de tão fácil que faz parecer toda a actividade de (des)pentear o cabelo. Eu acredito mesmo que ela acorda assim todos os dias.
E foi mesmo nela que me inspirei na hora de decidir cortar o cabelo. Já não cortava desde Setembro (eu sei, não me julguem) e sabia que o queria curto. Por muito que eu deixe crescer acabo sempre por voltar ao cabelo curto. Sinto-me bem, sinto-me leve e, modéstia à parte, sinto-me mais gira. Além disso, é um dos cortes mais in, mais desejados, seja em que variante for - bob, lob, chanel, you name it - e que vai, com certeza, dominar a próxima estação.
Inspirem-se e arrisquem. Não se arrependem, garanto.

p.s. Prometo mostrar-vos o meu corte

I've always drooled over those messy, go-to hairstyles that look like "I woke up like this and just left" and gives you a super cool look, you know? I hate to be a slave of anything, hair or nails, anything. Zero. The more simple and easygoing, the better.
But even the most messy hair takes time and expertise. I bet Zanita Whittington has a word on this as she has to face that mane as a part-time job (or not). Carmen Hamilton on the other hand, gives me a nervous breakdown for being so gorgeous and making the whole activity of (un)doing your hair seem so easy. I really believe she wakes up everyday like that.
And she was my biggest inspiration when cutting my hair. Last time I did it was in September (I know, don't judge) and I knew I wanted it short. No matter how long I let it grow, I always end up getting back to short hair. I feel good, light and, if I may say so myself, I feel kinda cuter. Besides, it's one of the most "in" and wanted hairstyles, no matter the version - bob, lob, chanel, you name it - it definitely will rock this next season.
Feel inspired and take the risk. You won't regret it, trust me.

p.s. Promise I'll show you my haircut

1 YEAR OF THE CITIFIED

March 1, 2016


Queria fazer um post para lá de espectacular mas não deu. Ainda assim não queria deixar passar a data, de todo. Afinal de contas, o Citified faz hoje um ano. Um ano a partilhar aquilo que me faz feliz.
Para ser sincera nem sei muito bem o que dizer. Não quero desfazer-me em agradecimentos ainda que o deva, principalmente porque este não é um blog profissional, não é um blog de sucesso e ainda assim existem pessoas com curiosidade e com vontade de o visitar regularmente. Obrigada por isso!
Não escrevo tanto quanto gostaria e nem sei se espero muito de mim ou de vocês, mas espero mesmo que continuem a passar por aqui. Da minha parte, prometo fazer o que estiver ao meu alcance para que este espaço cresça, para que vos surpreenda ou para que, pelo menos por breves momentos, se divirtam.

Obrigada.

I wanted to really think it through and write an awesome post but I couldn't make it happen. Still, I didn't wanted it to go unnoticed because today is the Citified's first birthday after all. An entire year sharing what makes me happy.
To be honest I don't really know what to say. I'm not gonna thank anyone in particular although I should, especially because this is not a professional blog and it is way too far from being a successful one and yet, you guys keep coming back and curious about what's new. Thank you so much for that!
I don't post as much as I wanted to and I don't know if I expect as much from me or even from you, but I really hope you keep visiting. On my part, I'll do whatever I can to keep growing this space and surprising you or, at least, even for short moments, to entertain you.

Thank you